O Governo Federal receoso de tomar mais calote na Previdência correu para forçar os aposentados e pensionistas a provarem que estão vivos. É verdade, tem muitos defuntos ganhando dinheiro grosso por aí, o GF mandou bem, em exigir que fossem mostrar que estão vivos e que são eles mesmos. Bom seria que esse procedimento fosse feito nas demais áreas do governo, para que ralos fossem fechados evitando que apadrinhados ganhassem valores sem trabalhar.

Vamos olhar a “Prova de Vida” como algo urgente e necessário à vida da igreja. É possível essa aplicação? Claro que sim! Sem vida crucificada e ressurreta ninguém verá o Senhor. Nesse ponto, lamento saber que muitos crentes estão desviados, alimentando pecados escondidos, distantes da igreja e ausentes da vida com Deus, cheios de justiça própria.

Moody disse: “Deus não busca vasos de ouro e não pede vasos de prata, mas precisa de vasos limpos” é a geração de crentes de cara limpa, sem poluição espiritual, sem barro nas vestes, que Deus está procurando encontrar. Você não gostaria de ficar limpo, de sentir o amor de Deus, por você, revelado numa vida altruísta, honrosa, santa e irrepreensível?

Diante do Cordeiro de Deus todos comparecerão e ali ocorrerá o julgamento final. Você sabe: “uns para a direita e outros para a esquerda. Uns para o céu outros por inferno”. Ninguém vai para o céu porque é filho de crente ou porque é merecedor do céu ou porque tem o seu nome arrolado na igreja ou qualquer outra razão.

O céu é um lugar para os que dão prova de vida!

Aqueles que estão vivos fisicamente deverão estar vivos espiritualmente para viverem eternamente com Deus. O salário do pecado é a morte. Muitos arrolados na igreja não dão prova de vida, estão mortos e destinados à eternidade sem Deus.

A prova de vida para viver a existência do Reino não se dá por aqueles que dizem: “Senhor, Senhor”. Mas por “aqueles que fazem a vontade Deus” (Mt 7.31). Você se lembra das virgens que foram convidadas à festa? Cinco delas perderam o tempo e não deram prova de vida. E você está fazendo a vontade do Pai?

De seu pastor e amigo
Washington Luiz da Silva

Share