A confusão de valores impede que as pessoas compreendam a importância que o amor e a compaixão têm em relação à felicidade. Li uma história que exemplifica esse ponto.

“Era uma vez um sábio que vivia em um pequeno vilarejo. Todas as pessoas locais tinham grande respeito por esse homem. Sempre que tinham algum problema iam pedir-lhe conselhos. No decurso de uma de suas palavras, o velho sábio prometeu às pessoas do vilarejo que lhes mostraria o caminho para a felicidade. Então lhes pediu que lhe mandassem um representante, alguém que achassem ser a pessoa mais feliz da aldeia. O povo reuniu-se para debater o assunto e a conclusão foi que a pessoa mais bonita certamente seria a mais feliz. Escolheram, por unanimidade, uma linda jovem senhora e enviaram-na como seu representante. Ao ver a linda mulher, o sábio voltou as costas. Não proferiu palavra; seu silêncio foi uma negação clara. O povo reuniu-se outra vez. Desta vez concluíram que a pessoa mais rica seria a mais feliz. Escolheram o homem mais rico e enviaram-no ao sábio. Ao ver a segunda escolha, o sábio ficou totalmente desanimado. Começou a andar em direção a um campo, e várias pessoas o seguiram. De súbito, ele parou. Ao lado da estrada, um menino chorava, segurando nas mãos um pardal que morria. – Por que choras? – perguntou o sábio. Entre soluços e lágrimas o garoto respondeu: – Eu estava andando por este campo. Enquanto andava vi este pardal. Está tão mal! Fiz tudo o que pude a fim de conservar-lhe a vida. Mas ele ainda está morrendo. Um sorriso de compreensão estampou-se no rosto do velho. Voltando-se para os que o seguiram, o sábio explicou: – Eis o caminho para a felicidade: compaixão e amor aos outros”.

Vivemos numa sociedade sem amor, sem o toque da compaixão sincera; a família já não tem tanto apreço, parecem pessoas sem raízes que flutuam diante dos problemas, insatisfeitas com a vida. Neste cenário de desilusão, nós precisamos rever o nosso conceito de amor e a compaixão que proporciona felicidade em via de mão dupla.

De seu pastor e amigo
Washington Luiz da Silva

Share