É um desafio descrever a comunhão. Não podemos ver os laços que nos unem, mas podemos ver as manifestações externas da comunhão. A mutualidade é o meio mais prático de expressarmos a comunhão. Essa palavra se refere às expressões de reciprocidade ditas por Jesus. As frases são comuns na expressão: “uns aos outros”. Elas descrevem situações em que fazemos a mesma coisa uns pelos outros.

São mandamentos recíprocos ditos por Jesus que indicam obrigações mútuas para os crentes expressarem a vida em comum. Mutualidade é o estilo de vida do N.T. Jesus desejou que fosse assim, para praticarmos as exortações de “uns aos outros” e sermos edificados, bem como, trata das atitudes que se devem evitar, a fim de se preservar o ambiente de amor e unidade defendidos por Jesus.

A mutualidade derrota satanás. Ele não tem poder para frear uma igreja que está “seguindo a verdade em amor”, que tem unidade “em coração e alma”, que seus membros precisam uns dos outros. A Bíblia tem uma lista de mandamentos recíprocos, por exemplo: “membros uns dos outros” (Rm 12.5); “aceitem-se uns aos outros” (Rm 15.7); “Dediquem-se uns aos outros” (Rm 12.10). Percebe-se que a relação entre comunhão e mutualidade é de causa e efeito. Onde existe a comunhão, esta se manifesta por meio da mutualidade.

A igreja que não manifesta a comunhão por meio da mutualidade precisa rever essa posição. A causa e o efeito da relação entre comunhão e mutualidade nos impulsionam a valorizar os relacionamentos, como: “amem uns aos outros”; “aceitem uns aos outros” também nos impulsionam a proteger o corpo contra a poluição e a infecção da inveja, da queixa, da provocação e do julgamento.

A mutualidade contribui para o crescimento uns dos outros: “Edifiquem uns aos outros”; “Ensinem…”; “Encorajem…”; “Aconselhem…”. Aprendemos na mutualidade a servir uns aos outros: “Sirvam uns aos outros”; “Levem os fardos uns dos outros”; “Sejam bondosos uns com os outros”; “Orem uns pelos outros”. A mutualidade é um aspecto tão importante na vida da igreja, que ela não pode ser negligenciada. As melhores coisas da vida não aparecem por acaso, são procuradas e desenvolvidas de modo consciente e esforçado.

De seu pastor e amigo
Washington Luiz da Silva

Share